domingo, 17 de outubro de 2010

Só um pouco de silêncio...

Quando nossos ouvidos não querem mais um som escutar
É quando mais as vozes insistem em falar
Não quero esse fardo carregar
É muito além do que posso suportar

Não da mais pra viver assim
Exigem muito de mim
Exigem mais do que eu posso dar
Queria poder essas vozes calar
Mas quanto mais eu desejo
Mais elas voltam a me assombrar

Como eu queria ir embora daqui
Voltar para o lugar que parti
É tudo tão longo e exagerado
Parece nunca acabar
Meus ouvidos sangram de desespero
Tem uma voz em mim que quer gritar
Pedir, implorar por um silêncio...
Silêncio esse que nunca parece chegar...
Em teus braços agora eu deito
E me entrego em lembranças a chorar

Como pode um simples momento parecer nunca ter fim?
Como pode um eterno momento apesar de tão curto, ser tão ruim?


Quero ir embora...
Preciso ir agora...

Loucas... loucas... insanas vozes que insistem em  falar
Silêncio... silêncio... preciso de um pouco de ar...
Ficar longe de toda loucura que me deprime
Ficar longe dessa voz que me oprime...

Só quero um pouco de paz...

Fernanda Montanaro

4 comentários:

bryan_freitas disse...

muito bem escrito..
mto triste, muito sentimento
=/

chegou a me deixar fraco de animo com o sentimento que conseguiu me transmitir...


amo vc!

Nanda Montanaro disse...

Nhaaa =\\

Mas brigada amor...

Transmitir nossos sentimentos é sempre bom =]

amo vc s2

Bruna disse...

qdo eu tinhas uns 16 anos, escrevi algo parecido...era um sentimento de inquietude q não me calava,é bom qdo a gente passa isso tudo pro papel..

Nanda Montanaro disse...

É melhor escrever do q mandar os outros calarem a boca neh amigãã... pelo menos colocamos pra fora nossa angustia X_X

Postar um comentário